Bem-vindos ao Festival Internacional de Marionetas do Porto 2021!

Igor Gandra · Diretor Artístico . Festival Internacional de Marionetas do Porto

Perpétuos Efémeros - Ciências e Políticas da matéria animada. Parte II

- Presente!

Pode ser simultaneamente o nome que é dado ao tempo que estamos a viver neste preciso e fugaz momento e a resposta dada de viva voz à chamada.

Teremos nesta edição uma seleção de trabalhos que, entre outras linhas, se inscrevem também nesta tensão entre passado e futuro – o ser presente. A revisitação da história, dos seus fantasmas e mitologias, a memória da infância, as promessas do progresso e da tecnociência - ao mesmo tempo tão esperançosas e ameaçadoras, tão distantes e tão próximas - inspiram o FIMP´21.

Os artistas que constroem esta edição trazem-nos histórias, teorias, experiências e devaneios – afinal, devanear é preciso. Na sua forma muito própria e sempre surpreendente, habitada por uma poética que tem tanto de quietude como de salto, de silêncio, de grito e de riso, a matéria animada está de volta ao palco.

As propostas que animam o FIMP’21 são muitas e muito especiais. Espetáculos, concertos, instalações, esculturas, conferências e performances. É assim que vamos conhecer o trabalho dos artistas portugueses e internacionais que nos convidam para observar esta estranhíssima (e no entanto tão familiar) forma de vida que os objetos ditos (in)animados vivem e nos fazem viver. Máquinas, corpos, marionetas, objetos, vozes e imagens reorganizam-se para nos falar sobre ciências e políticas, reais e imaginárias, dando novas perspetivas ao ciclo temático iniciado em 2020. Nesta edição teremos ainda a oportunidade de revisitar as mais importantes manifestações da tradição da marioneta portuguesa.

O FIMP é um lugar de aprendizagem e de crescimento. Este festival é, desde sempre, maioritariamente orientado para um público adulto, nesta edição dedicámos um bocadinho mais de atenção aos mais pequenos, eles bem merecem. No programa constam várias propostas que lhes são especialmente dirigidas. Também é certo que crescer e aprender são tarefas para toda a vida, por isso, no festival estão previstos vários momentos de formação dirigidos aos profissionais, aos interessados e aos curiosos. No FIMP continuamos a querer conhecer artistas e projetos em construção, os nossos WIP (work in progress) estão de volta.

No FIMP contamos com importantes parcerias, é também através delas que este festival se materializa e se torna uma realidade partilhável. Queremos agradecer aos nossos parceiros: Câmara Municipal do Porto e Teatro Municipal do Porto pelo apoio e pela confiança - tão fundamentais na afirmação deste festival como na travessia de tempos exigentes, ao Teatro Nacional de São João que continua a acolher e a coproduzir o FIMP, à Câmara Municipal de Matosinhos que renova esta parceria iniciada na edição anterior, à Sonoscopia nossa parceira na programação. Damos as boas vindas ao Coliseu Porto Ageas que nesta edição se junta ao grupo dos construtores e construtoras do FIMP, bem como à CRL – Central Elétrica que acolhe programação do Festival. O apoio do Ministério da Cultura/ Direção-Geral da Artes continua a ser central para a realização deste festival.

Uma palavra de agradecimento para todas as equipas dos espaços parceiros. São mulheres e homens que com profissionalismo, empenho e criatividade têm sabido ultrapassar as dificuldades próprias destes tempos. Um agradecimento muito especial aos artistas e ao público – a razão de ser deste encontro a que chamamos FIMP.

Presente é também sinónimo de oferta, de dádiva. No festival, que é também uma festa, estejamos todos presentes e sejamos todos futuro.

Encontramo-nos no FIMP!

Financiamento

Parceiros

Apoios

Apoio à divulgação